José Dirceu é Dono do Ministro Barroso

Em tweet na noite do último domingo, o presidente Bolsonaro revela o esquema de chantagem de José Dirceu, que o tornou dono do Ministro Barroso e de todo o STF.

A postagem caiu como um bomba no Twitter e estranhamente não foi repercutido na grande imprensa. Nem tampouco questionada pelos sempre atuantes senadores e deputados da esquerda radical PT, PSOL e PSDB.

No tweet, o presidente fala sobre uma suposta autoridade filmada em atos de pedofilia, homossexualismo. O conteúdo da filmagem estaria, então, em posse de um alguém de codinome “Daniel”.

Quem é “Daniel”?

José Dirceu, um dos fundadores do PT, tinha o codinome “Daniel” nos idos de 1967. Participou de intensos treinamentos militares em Cuba e quando voltou ao Brasil, ajudou não apenas na fundação da organização criminosa “Partido dos Trabalhadores”, como instalou uma verdadeira agência de inteligência clandestina no Brasil.

Com espiões nas mais diversas áreas da sociedade brasileira, como no jornalismo, em grandes empresas e dentro dos governos federais, estaduais e municipais, Dirceu reuniu uma monstruosa quantidade de informações sobre tudo o que acontecia no Brasil.

Todo este trabalho, que Dirceu reconhece que deve ser feito a longo prazo, resultou na eleição de Lula como presidente nas eleições de 2002.

Durante o governo do criminoso lula, Dirceu atuava na Casa Civil, de onde coordenou todo o esquema do mensalão: dinheiro pago a parlamentares para aprovação dos projetos de lei do governo socialista em instalação.

Desta forma, Dirceu mantinha em suas mãos o poder de facto, ou seja, era a pessoa que tinha a capacidade de fazer as coisas acontecerem.

O presidente, que “não sabia de nada”, continuava como sempre foi. Apenas uma casca de comunista sem a mínima noção do tamanho do estrago que ele mesmo estava promovendo em paralelo.

Imagem

O Minsitro Barroso para chamar de seu

A prática de obter materiais envolvendo pessoas poderosas em situações embaraçosas não é nada em comum no mundo da política e até nos negócios.

Nada é mais poderoso do que uma informação que destrói toda uma reputação pretensamente ilibada de uma pessoa poderosa.

Fotos com amantes, por exemplo, já derrubaram diversos políticos americanos mesmo antes das primárias dos partidos. Com o rabo entre as pernas, estes políticos aparecem em frente as câmeras com suas constrangidas esposas, pedem desculpas pelo seu comportamento e retiram-se da vida pública para “cuidar da família”.

No caso em questão, está claro que a a pessoa na situação embaraçosa é o Ministro Luis Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal.

Amigo íntimo e defensor do pedófilo condenado João de Deus, Barroso nunca escondeu sua admiração por aquele que se descobriu ser um dos maiores monstros sexuais do Brasil.

Allan dos Santos resgata vídeo onde Barroso elogia João de Deus para defender Bolsonaro do “terraplanismo” | Revista Fórum (revistaforum.com.br)

João de Deus foi condenado novamente em maio de 2021 por crime sexual e ainda responderá dezenas de processos, embora aos 80 anos, possa nem ter tempo de pagar, na Terra, pelos crimes abomináveis que cometera.

Em tweet do dia 28 de junho último, o Ministro Barroso chega a poucas palavras de assumir sua opção sexual, já muito comentada nas redes.

Não há aqui qualquer intenção de desqualificar o ministro por sua opção sexual. Porém, o material que o mantém pendurado nos ganchos de José Dirceu envolvem o abominável e imperdoável crime de pedofilia.

A chantagem pode ter sido revelada ainda em 2019 pelo próprio Ministro Gilmar Mendes em entrevista ao Jornal Valor, embora não tenha revelado o nome do ministro.

Imagem

Ter um ministro preso em suas garras e com poder de fazê-lo dançar qualquer música que quiser, faz de Dirceu a pessoa mais poderosa do Brasil neste momento.

Não estranho, portanto, a libertação de Lula, do próprio Dirceu e de outros criminosos esquerdistas. Menos estranho ainda a total desqualificação feita pelo STF não apenas do ex-juiz Sérgio Moro como de toda a Operação Lava Jato, que revelou o maior escândalo de corrupção do planeta, organizado e operacionalizado pelo PT, através de Dirceu, da Odebrecht, OAS, com a utilização da Petrobras como cofre a ser saqueado para enriquecimentos pessoais, dos partidos esquerdistas e até para financiamento de ditaduras comunistas na Venezuela e em Cuba.

Imagem

A força com que o STF está destruindo a Constituição Federal no ímpeto de derrubar o presidente Bolsonaro é bem entendida agora, com esta frase de Dirceu acima.

Diretor da CIA com Presidente Bolsonaro

O Diretor-Geral da CIA (Agência de Inteligência dos Estados Unidos), William Burns esteve no Brasil no início de julho deste ano, com agendas oficiais juntos aos Ministros General Heleno (do Gabinete de Segurança Institucional) e General Ramos (Casa Civil).

Extraoficialmente, Burns se encontrou em privado com o presidente Bolsonaro.

Não podemos minimizar o peso que há na presença de um diretor da CIA conversando diretamente com o primeiro escalão do governo brasileiro e em privado com o presidente Bolsonaro.

Há sim informações tão sérias, que não se pode utilizar intermediários.

Foi logo após estas reuniões, que o presidente Bolsonaro disparou o famoso tweet.

O que acontecerá agora? Esperemos.

Nesta noite de terça (06), conversarei ao vivo com o Jornalista Frank César, que denunciou as reuniões secretas do PT na Bahia em conluio com agentes terroristas do Irá, Cuba e Venezuela. Não perca.

César Cremonesi

Porphirio.com - Artigos da Direita Brasileira
Porphirio.com – Artigos da Direita Brasileira
Please follow and like us:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre o Autor

César Cremonesi é engenheiro, empreendedor, consultor de negócios e aluno de Olavo de Carvalho. Fundador da Porphirio, cujo propósito é o de levar conscientização política para a sociedade, com pensamento de direita, que trata os conceitos a partir de sua relação com a estrutura da realidade. Conservador, apoiador de Bolsonaro e dos Valores Permanentes do brasileiro.