“EU AUTORIZO”: RENDIÇÃO, BOLSONARO, CLUBE MILITAR E 142

Com o “Eu Autorizo” estabelecido por milhões de brasileiros no último sábado (1), o Presidente Bolsonaro deve reunir estadistas e impor a rendição dos inimigos, que declararam uma guerra suja em 2020 e perderam. Militares, ministros e diplomatas devem agir para evitar a ruptura institucional.

Assista no Youtube

Reconhecido que fomos submetidos a uma guerra suja, com objetivo de derrubar o Presidente Bolsonaro, e que foi declarada por alas ideológicas esquerdistas da sociedade, incluindo membros ativistas do Supremo Tribunal Federal e de Governadores, Prefeitos e Imprensa, precisamos, agora, reconhecer que esta guerra foi finalizada no último dia 1º de maio de 2021, com milhões de brasileiros nas ruas em apoio ao Presidente Bolsonaro.

Sendo assim, a melhor solução para o país é a rendição daqueles que perderam esta guerra. Pedimos encarecidamente que se demovam de seus ímpetos revolucionários, retirem-se pacificamente de seus postos de guerra, mantidos todos seus direitos legais.

Convidamos, outrossim, que retornem pelas vias constitucionais em 2022 e entrem no escrutínio público, elejam-se para cargos eletivos e retomem suas visões de mundo na forma que a Constituição Federal estabelece em suas letras.

Não defendo, neste momento, qualquer ruptura institucional realizada à força, mas é chegado o momento, em que precisamos do Presidente Bolsonaro, reunido com estadistas que possam ainda existir neste país, para que conversas duras e contundentes sejam estabelecidas e a normalidade da sociedade brasileira seja retomada.

Carta do Presidente do Clube Militar.

Porphirio
Porphirio, política, economia, sociedade, direita

Photo by Jordan Wozniak on Unsplash

Please follow and like us:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre o Autor

César Cremonesi é engenheiro, empreendedor, consultor de negócios e aluno de Olavo de Carvalho. Fundador da Porphirio, cujo propósito é o de levar conscientização política para a sociedade, com pensamento de direita, que trata os conceitos a partir de sua relação com a estrutura da realidade. Conservador, apoiador de Bolsonaro e dos Valores Permanentes do brasileiro.