Ernesto Araújo: “Há Interesses Escusos Nacionais e Estrangeiros”

Em sua carta de demissão, publicada ontem, o Ministro Ernesto Araújo não se curva a interesses escusos nacionais e estrangeiros e é isto o que esperamos de toda a administração pública em todos os níveis. Sempre.

Íntegra da Carta de Demissão do Ministro Ernesto Araujo (grifos meus)

“Brasília, 29 de março de 2021

Excelentíssimo Senhor Jair Messias Bolsonaro Presidente da República
Senhor Presidente, querido Chefe,

No cargo de Ministro das Relações Exteriores para o qual o senhor me proporcionou a imensa honra de me designar, lutei desde o início pela liberdade e dignidade do Brasil e do povo brasileiro, pela nossa soberania e grandeza em todos os aspectos. Procurei – á frente de muitos e muitos colegas para os quais “diplomata” e “patriota- não são antônimos -, colocar o Itamaraty a serviço do sonho de um novo Brasil. Nessa luta, deparei-me cada vez mais, ao longo do tempo, com correntes frontalmente adversas. Desse choque – do qual não posso recuar sem renunciar aos princípios que com o senhor compartilho – surgiu nestes últimos dias uma situação que me torna impossível seguir trabalhando por nossos ideais na posição que neste momento ocupo. Ergueu-se contra mim uma narrativa falsa e hipócrita, a serviço de interesses escusos nacionais e estrangeiros, segundo a qual minha atuação prejudicaria a obtenção de vacinas. Exibi todos os fatos que desmentem tais alegações, mas infelizmente, neste momento da vida nacional, a verdade não importa para as correntes que querem de volta o poder – esse poder que, durante as décadas em que o exerceram, só trouxe ao Brasil atraso, corrupção e desgraça.

A verdade liberta e a mentira escraviza. Hoje, a mentira é despudoradamente utilizada para um projeto materialista que visa a escravizar o Brasil e os brasileiros, a escravizar o próprio ser humano e roubá-lo de sua dignidade material e, principalmente, espiritual.

Assim, em beneficio do projeto de transformação nacional que o senhor encabeça, e em nome de minhas convicções profundas, de meu orgulho profissional e do amor que dedico ao Brasil e ao nosso povo – esse povo pelo qual me comprometo a seguir lutando até o fim dos meus dias – coloco à disposição de Vossa Excelência o cargo de Ministro das Relações Exteriores.

Com meu todo o meu respeito, admiração e afeto,


Ernesto Araújo”

Conteúdos relacionados:

Série Dinheiro e Poder: Globalistas, Progressistas, Liberais, Comunistas. – PORPHIRIO

Please follow and like us:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre o Autor

Engenheiro, empreendedor, consultor de negócios e aluno de Olavo de Carvalho. Fundador da Porphirio, cujo propósito é o de levar entendimentos e opiniões sobre o estado das coisas no país e no mundo. Engineer, entrepreneur, business consultant and Olavo de Carvalho's pupil. Founder of Porphirio, for articles on the state of things in Brasil and around the world.