Basta! O Estado Brasileiro Tem o Dever de se Impor.

A entrada do novo Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, é a oportunidade que o governo brasileiro tem para dar um basta na hipocrisia, nas narrativas, nas mentiras da imprensa e de governadores, e acabar com essa pandemia de uma vez por todas no país.

É imperativo que o Estado brasileiro adote protocolos de tratamento precoce mandatórios para todas as unidades do SUS, como política pública nacional.

Os números de casos e óbitos já demonstraram claramente que as medidas de restrição, lockdowns e hashtags não foram solução para prevenir a disseminação do coronavirus no país nem para reduzir a mortalidade.

Os Estados falharam miseravelmente em não disponibilizarem leitos para a segunda onda, já prevista desde novembro de 2020, após as eleições municipais.

Agora afastem-se da posição de salvadores de vida.

O Brasil não pode entrar em colapso econômico generalizado, estagflação e desemprego por culpa de governadores inaptos.

O braço forte do governo federal deve pesar. Implantem-se políticas claras. Imponha-se o cumprimento. Use-se das Forças Armadas no apoio ao atendimento nas principais cidades, se necessário.

O autoritarismo já reina no Brasil e não trouxe a solução.

O Estado tem o dever de se impor.

Photo by Nadine Shaabana on Unsplash

Please follow and like us:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre o Autor

César Cremonesi é engenheiro, empreendedor, consultor de negócios e aluno de Olavo de Carvalho. Fundador da Porphirio, cujo propósito é o de levar conscientização política para a sociedade, com pensamento de direita, que trata os conceitos a partir de sua relação com a estrutura da realidade. Conservador, apoiador de Bolsonaro e dos Valores Permanentes do brasileiro.